A Franquia nos tempos de hoje

Franquia

Desde a primeira franquia implantada em nosso país, que foi o curso de inglês Yázigi em 1950, a franquia sofreu inúmeras mudanças, hoje temos franquias, micro e mini franquias. Isso possibilita que mais pessoas de vários segmentos entrem em no mundo do empreendedorismo. Em tempos de crise a franquia tem por objetivo passar know-how a seus franqueados, para passar de uma maneira digna por crises, que como mostra a história, sempre existirão, por ser um efeito colateral do Capitalismo.

Hoje temos Leis que regulamentam e normatizam as relações franquia / franqueado. Assim sabemos que há uma maneira séria de se fazer negócios com esse método de expansão, de uma maneira que ambas as partes saem ganhando e chegando a seus objetivos. O da franquia é o de expansão de sua rede e o do franqueado de poder usar um método de gestão já testado e concluído por outros.

A micro-franquia é uma dessas soluções, porque permite com baixíssimo custo tornar qualquer pessoa um empreendedor, capaz e digno a manter o seu próprio negócio.

Lembrando que a frase “quero ser meu próprio Patrão” é uma grande enganação. Porque nunca deixamos de ter patrão. O patrão do colaborador é o dono da empresa onde ele trabalha, o patrão do empreendedor, não é ele mesmo e sim seus clientes. Que como sabemos é muito mais difícil de lidar, porque em vez de um patrão com determinado gosto ou maneira de agir, o empreendedor tem vários patrões e com gostos variados, mantê-los é uma arte, que uma franquia vencedora tem como capital para vender as seus franqueados.

Todo candidato a franqueado tem que ter em mente que não vai apertar um botão e os clientes entrarão em seu negócio hávidos por fazer negócios com ele. Pelo contrário, o trabalho inicial é árduo, mas muito gratificante. Sabendo que você está participando de uma parte de expansão de um grande negócio.

Com o apoio da franquia, todo franqueado terá muito mais condições de vencer a luta no mercado em que pretende atuar. Sempre lembrando que qualquer negócio tem riscos, mas utilizando uma franquia esses riscos são enormemente minimizados. Por isso tantas e tantas pessoas procuram as franquias para iniciar-se no mundo do empreendedorismo.

As precauções que se devem tomar antes da escolha por uma franquia, são sempre as mesmas, trabalhar com franquias que respeitam a Lei das Franquias nº 8955/94 é no mínimo a primeira. Que essa franquia tenha uma Carta de Oferta de Franquia – COF clara e objetiva, onde conste um contrato com linguagem simples e que seja respeitado os 10 dias que o potencial franqueado tem para tirar suas dúvidas e pensar, exigido pela Lei. E somente depois desses 10 dias é que se comece a falar de formalização, formas de pagamentos da taxa inicial de franquia. Escutar outros franqueados no item suporte dado pela franquia também é muitíssimo importante.

Respeitando o negócio como um empreendimento como outro qualquer, não se acomodar só porque acha que a franquia é vencedora e o franqueado não precise se dedicar no desenvolvimento desse novo comércio, o final será vitorioso.

Mas sempre mantenha-se atento, negócio no Brasil são para os fortes.

Follow me!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *